Violência contra a mulher – Fatos importantes à conhecer

As Nações Unidas definem a violência contra as mulheres como “qualquer ato de violência de gênero que resulte ou possa resultar em dano físico, sexual ou mental ou sofrimento às mulheres, incluindo ameaças de tais atos, coerção ou privação arbitrária de liberdade, seja na vida pública ou na vida privada. ”

A violência por parceiro íntimo refere-se ao comportamento de um parceiro íntimo ou ex-parceiro que causa dano físico, sexual ou psicológico, incluindo agressão física, coerção sexual, abuso psicológico e comportamentos de controle.

A violência sexual é “qualquer ato sexual, tentativa de obter um ato sexual, ou outro ato dirigido contra a sexualidade de uma pessoa por meio de coerção, por qualquer pessoa, independentemente de seu relacionamento com a vítima, em qualquer ambiente. Inclui estupro, definido como fisicamente forçado ou penetração forçada da vulva ou ânus com um pênis, outra parte do corpo ou objeto, tentativa de estupro, toque sexual indesejado e outras formas sem contato “.

  • A violência contra as mulheres – especialmente a violência praticada pelo parceiro íntimo e a violência sexual – é um grande problema de saúde pública e uma violação dos direitos humanos das mulheres.
  • Estimativas publicadas pela OMS indicam que globalmente cerca de 1 em 3 (30%) das mulheres em todo o mundo foram submetidas a violência física e / ou sexual por parceiro íntimo ou violência sexual por não-parceiro em sua vida.
  • A maior parte dessa violência é violência contra parceiro íntimo. Em todo o mundo, quase um terço (27%) das mulheres de 15 a 49 anos que estiveram em um relacionamento relatam que foram submetidas a alguma forma de violência física e / ou sexual por parte de seu parceiro íntimo.
  • A violência pode afetar negativamente a saúde física, mental, sexual e reprodutiva das mulheres e pode aumentar o risco de contrair o HIV em alguns ambientes.
  • A violência contra as mulheres pode ser evitada. O setor saúde tem um papel importante a desempenhar na prestação de atenção integral à saúde das mulheres submetidas à violência e como porta de entrada para o encaminhamento das mulheres a outros serviços de apoio de que necessitem.

Créditos de imagem:

<a href=’https://www.freepik.com/vectors/illustrations’>Illustrations vector created by pikisuperstar – www.freepik.com</a>

Fonte:

https://www.who.int/news-room/fact-sheets/detail/violence-against-women

Compartilhe isto: