Suicídio – A prevenção é o melhor caminho

Esperança e Resiliência devem se refletir em todas as atividades de prevenção e mensagens de suicídio.

A prevenção do suicídio é responsabilidade de todos, pois a sociedade como um todo deve ser responsável pela prevenção ao Suicídio além contribuir para a prevenção de comportamentos relacionados ao suicídio. A Prevenção ao Suicídio requer colaboração baseada na igualdade, onde nenhuma disciplina ou parte interessada é privilegiada em detrimento de outra.

A linguagem é fundamental para o cuidado, compreensão e não-julgamento. Quando se fala em suicídio ou comportamentos relacionados ao suicídio, devemos evitar usar uma linguagem  de esperança e conforto que poderá ajudar a evitar a estigmatização e a vergonha,  excluindo o uso dos termos , “suicídio bem-sucedido” ou “tentativa frustrada de suicídio”.  A prevenção do suicídio é auxiliada pela abordagem do estigma do suicídio e da doença mental.

Como agir:

A prevenção é a principal ação que visa reduzir as mortes por suicídio; Aumentar a conscientização, eliminar o estigma, saber o que fazer com o indivíduo que apresenta pensamentos ou comportamentos associados ao suicídio.

  • Na prevenção do suicídio, a intervenção e a pós-intervenção são componentes que visam reduzir os índices de suicídios.
  • Intervenção inclui lidar e intervir no caso em que de indivíduos que apresentam pensamentos ou comportamentos suicidas.
  • O pós-atendimento inclui as habilidades e estratégias para o indivíduo cuidar de si mesmo após a experiência de pensamentos suicidas, tentativas ou morte.

A Prevenção ao Suicídio, se torna mais eficaz quando as atividades são coordenadas e integradas e se leva em conta o continuum prevenção, intervenção e pós-intervenção.

Confira os artigos:

Créditos imagem:

 

Compartilhe isto: